Indicadores essenciais para a sua startup

Ticket médio, churn, lifetime value… você sabe para que servem esses indicadores?

O que não se mede, não se gerencia. No mundo dos negócios, os indicadores possuem um papel fundamental para a gestão estratégica. Para a realidade dinâmica das startups, tudo são números. Do acompanhamento do resultado das equipes até a tração para os investidores, as startups devem conseguir apresentar números significativos e, acima de tudo, consistentes. Mas quais os melhores indicadores para revelar o grau de desenvolvimento de uma startup? Selecionamos os principais indicadores que devem ser considerados:

1. Receita recorrente

Esse indicador mostra a receita obtida com clientes fixos, pela venda do produto. Investidores valorizam mais as receitas obtidas com a venda do produto que a obtida por algum serviço prestado pela startup, já que estes são não recorrentes e pouco escaláveis. Avaliar a evolução do indicador de receita recorrente por cliente é eficaz para mensurar a saúde de um negócio.

2. Custo de Aquisição de Cliente

Como o próprio nome diz, é a soma dos custos ocorridos na aquisição de clientes (vendas e ações de marketing) dividido pela quantidade de clientes únicos. Alguns investidores prezam por separar aqueles clientes adquiridos pelas ações pagas daqueles que vieram de forma orgânica. De qualquer forma, um custo muito alto mostra que a sua startup precisa de um esforço muito grande para aumentar a base de clientes, mas a conta deve fechar avaliando o quanto cada cliente consegue gerar de receita.

3. Churn

O churn mostra a quantidade de clientes que deixaram de ser ativos, ou seja, que pararam de utilizar o seu produto em determinado período. A estratégia da sua startup pode ser baseada em maior rotatividade de clientes do que fidelização, mas altos valores para o churn requerem maiores investimentos para aquisição.

4. Ticket Médio

Ticket médio é o valor médio de compra do seu cliente. É a média da receita total de vendas pela quantidade de clientes únicos no período. Esse indicador ajuda a mensurar o quanto de valor o cliente está percebendo no mix de produtos oferecidos pela sua startup.

5. Lifetime Value

O indicador mensura o quanto um cliente gerará de receita em determinado período. É considerado um dos indicadores mais importantes e é calculado da seguinte forma: valor médio de receita por cliente x tempo de vida do cliente (tempo que a conta permanece ativa). Simplificando: ticket médio dividido pelo churn. Quanto maior o Lifetime Value da sua startup, mais vantajoso será o seu negócio. Esse indicador deve ser maior que o Custo de Aquisição de Cliente, uma vez que o cliente deve ser capaz de gerar uma receita superior ao valor gasto para convertê-lo.

Leia também

Big-Data-250 outbound-250

Via

Tags

Comentários