Design Jurídico do Negócio

Délber Lage, convidado do próximo Startup Talks, explica a importância de pensar a estratégia jurídica do negócio

Se você, empreendedor, lembra de seu advogado apenas quando tem problemas, pode estar deixando passar boas oportunidades de otimizar o seu negócio e garantir boas margens de lucro.

Isso varia conforme o modelo de negócios estabelecido, mas diversas implicações legais podem incidir sobre suas atividades. Dessa forma, a escolha do business model é crucial para a obtenção de vantagens econômico-tributárias e para a adequada securitização de seus sócios e atividades.

Leia também
Qual a melhor forma de garantir que sua propriedade intelectual não seja violada?
Como construir um plano de negócios para sua startup em 10 passos

Pensar o Design Jurídico significa desenvolver a roupagem jurídica que melhor se adequa aos interesses de todos os sócios. Assim, o Direito é utilizado como instrumento de planejamento na startup. Para isso, é preciso ser sensível à tomada de decisões dos empreendedores e entender como as Leis podem interferir diretamente na concepção do negócio e nos resultados obtidos.

Em resumo, não se trata de conhecer o Direito em si, mas de se conceber juridicamente a estratégia de seu negócio. A compreensão e o planejamento jurídico do negócio são, de fato, elementos cruciais para o empreendedor de sucesso.

UploaderDélber Lage discute esses conceitos e aspectos jurídicos no próximo Startup Talks, que acontece dia 19 de maio. As vagas já estão esgotadas, mas fique de olho nos próximos eventos para não ficar de fora: http://www.sympla.com.br/startuptalks.

Tags

Comentários